16/08/2017

A importância do conceito na criação audiovisual

"No que toca à criação, os gêneros surgem, de algum modo, como uma forma de mediação entre as expectativas do espectador e o cálculo do produtor. Ao trabalhar em função de determinadas convenções, o criador tem no gênero um quadro de referências que lhe permite balizar o desenvolvimento e os intentos da sua obra, seja em termos de reconhecimento e homenagem de uma tradição, seja em termos de subversão ou quebra dos códigos partilhados. É no equilíbrio entre o domínio das convenções e a ruptura das mesmas que um criador se pode evidenciar como um autor no sentido mais nobre e prestigiado do termo no contexto dos gêneros. Ainda no que toca à criação, os gêneros permitem uma modalidade de aprendizagem fundamental e nada menosprezável: a imitação. A imitação dos clássicos foi, desde sempre, uma das premissas correntes de julgamento de uma obra ou de um autor, e no cinema não deixa de ser assim".                            Luís Nogueira  - Manuais de Cinema II Gêneros Cinematográficos 



Os verdadeiros temas das séries

Luís Nogueira também afirma:

"Importa, portanto, ter em consideração alguns fatos fundamentais acerca dos gêneros: eles instituem-se, eles mudam, eles misturam-se, eles decaem, eles ramificam-se, eles reavivam e é nesta dinâmica que podemos muitas vezes entender a história do cinema e das suas formas."


Além de conhecer os gêneros também é importante mergulhar na história do cinema. E, na medida do possível, conhecer e compreender psicologia. Assista todas as videoaulas da ACFA aqui.


EXERCÍCIO: Liste os seus dez filmes ou séries prediletas, anote tudo o que te chama a atenção nelas e estude as convenções de seus gêneros.

0 comentários:

Postar um comentário